Ex-membro do Estado Islâmico afirma que gays estão sendo estuprados como forma de punição

martyres

Apesar de condenar homossexualidade como um pecado digno de execução, militantes do Estado Islâmico no Afeganistão estão estuprando regularmente os homossexuais como punição, de acordo com um ex-membro da organização terrorista.

Kamandar Bakhtiar contou em entrevista a um programa de TV local as atrocidades que testemunhou enquanto fazia parte do grupo. “Durante os três meses que passei nas fileiras do ISIS, vi as piores coisas que se pode imaginar”, disse Bakhtiar. “Eles matam e decapitam pessoas inocentes, invadem casas e ainda fazem as piores coisas possíveis, como estuprando homossexuais”.

raping-768x424

Ainda segundo reportagem, a organização condena os que são passivos e aceitam os homens ativos. Diversos vídeos e fotos compartilhados por simpatizantes do grupo divulgam a punição que os extremistas reservam aos gays. Aqueles que sobrevivem à queda do alto dos prédios são apedrejados em praça pública, sob aplausos das multidões que acompanham o evento.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!