“Alguns santos podiam ser gays”, diz padre do Vaticano

O padre James Martin, consultor de relações públicas do Vaticano, provocou uma polêmica na internet no último sábado (06/05). Em seu Facebook, Martin, conhecido por sua postura mais inclusiva em relação a alguns assuntos ainda considerados tabu dentro da Igreja Católica, afirmou que “alguns santos podiam ser gays”.

O comentário surgiu em uma publicação onde o padre divulgava um grupo de oração católico LGBT, em resposta a um seguidor. “Alguns podiam ser gays. Com certeza uma porcentagem da humanidade é gay, então o mesmo deve ocorrer entre os santos. Vocês ficarão surpresos ao chegar aos céus sendo recebidos por homens e mulheres LGBT.”

Como esperado, o comentário gerou críticas por parte de alguns fieis. Incomodado com a opinião de Martin, o padre Matt Bozovk rechaçou, no Twitter, o pensamento do colega e disse não crer que tal depoimento partisse de um padre católico. “Isso é uma piada, certo? Alguém me diz que essa frase não vem de um padre católico!”, disse.

Foi, então, que Martin deu uma bela resposta Bozovk. “Não, sou um padre católico sim e acredito que devemos ficar ao lado dos marginalizados. Aqui precisamos de caridade”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 21 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Comentários no Facebook