Vídeo de masturbação coletiva faz jogadores serem dispensados de clube gaúcho

Pouca gente conhece o Sport Clube Gaúcho, time da terceira divisão do Rio Grande do Sul. No entanto, um vídeo envolvendo três atletas do time vem deixando o clube bem famoso. As imagens foram gravadas na última sexta-feira (30/06) e mostram um dos jogadores masturbando dois de seus companheiros.

Nas imagens, os jogadores aparentemente sabem que estão sendo gravados. Segundo Gilmar Pozzo, presidente do clube, o vídeo foi feito no vestiário do time, mas fora do horário de expediente. De acordo com Pozzo, os três atletas tiveram seu contrato com o clube encerrado, assim como um quarto jogador, autor da gravação. “Quando apertei o play, já deletei, achei nojento”, disse presidente.

Tem mais de 18 anos e ficou afim de conferir o vídeo?! Basta clicar AQUI!

“Não sou guardião da moral e dos bons costumes, não me interessa o que eles fazem ou deixam de fazer. A única coisa que eu fiquei bravo, a única coisa que eu proíbo aqui dentro é foto e filmagem, nada sem nossa autorização”. De acordo com ele, “o Gaúcho não tem preconceito com ninguém, seja de raça, cor e qualquer outra coisa”.

Mas a permanência dos jogadores seria inviável depois do vazamento do vídeo. “Imagina quando eles entrassem em campo, o que eles iam ouvir”. O presidente também disse que existe uma torcida do Gaúcho chamada Coligay, fundada pelo mesmo criador de uma antiga organizada do Grêmio com o mesmo nome. Rosso afirmou que pretende iniciar uma campanha para provar que seu clube combate a homofobia: “Depois vêm os direitos humanos dizer que a gente é homofóbico, tudo o que a gente não é”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!