Felipe Titto revela que não gostaria de ter um filho gay morando no Brasil

O ator Felipe Titto fez algumas revelações ao apresentador Caio Fischer em seu canal no YouTube, o “Pega ou não Pega”. Em uma delas, o artista de 31 anos contou que odiaria que seu filho de 14 anos fosse gay no Brasil. O motivo?! Por conta do forte preconceito e intolerância no país.

“Infelizmente a mentalidade do brasileiro, da massa, é tão limitada, tão restrita, que dá medo”, afirmou o ator. “Teria medo do meu filho ir pra rua e ser espancado… Se ele morasse em Los Angeles, eu falaria: filhão, fique à vontade, porque eu não tenho problema nenhum”, continuou.

Ainda durante sua participação, o ator participou do momento “Pega ou Não Pega”, onde teve que revelar quais artistas ele ficaria caso fosse gay. Questionado se pegaria Leo Picon, Titto respondeu: Muito, o moleque é sangue bom”. Já quanto ao Caio Castro, o ator disse: “Caio é meu irmão, sou fã das coisas que ele faz”. Sobre Lucas Lucco, ele também revelou que pegaria: “Fiquei muito amigo no meio artístico”, afirmou.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!