Aluno expulso por “dedada” no ânus processa Colégio Adventista

Dois alunos do 8º ano do ensino fundamental, do Colégio Adventista Milton Afonso (611 Sul), em Brasília, foram convidados a se retirar da escola e impedidos de assistir às aulas após uma brincadeira de mau gosto: dar “dedadas” no ânus de estudantes.

Segundo o site Metrópoles, colegas da dupla banida contaram que o alvo da violência é justamente quem teria iniciado a prática abusiva, e que ele só foi protegido pelo colégio por ser filho de uma das coordenadoras pedagógicas. De acordo com o portal, toda a ação foi filmada pelas câmeras do colégio. Os estudantes – todos de 14 anos -seguraram o colega de classe e enfiaram os dedos nas nádegas do rapaz.

A mãe de um dos alunos expulsos disse que as “brincadeiras” começaram na metade do ano letivo e nenhuma medida foi tomada pela instituição. “A situação é bem complicada. Meu filho está muito triste e provavelmente vai ser reprovado. O prejuízo psicológico é o maior. Não consigo matrícula em outra escola nem estou tendo respaldo do colégio”, conta. O advogado de sua família foi quem entrou ação no TJDFT, que está sendo analisada.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!