“Rolaria na boa, mas não aconteceu”, diz Sidney Magal sobre ficar com outro homem

Celebrando 50 anos de carreira, Sidney Magal lançou nesta semana sua biografia “Sidney Magal: muito mais que um amante latino”. Entre vários assuntos, o livro aborda a questão da sexualidade. Isso porque, com seu estilo “amante latino” permeado por performances cheias de cor, figurinos justinhos e rebolado, o cantor levantou muitas especulações a respeito de sua sexualidade.

Em recente entrevista para o colunista Bruno Astuto, da revista “Época”, Sindey disse que nunca se relacionou com um homem, apesar dos boatos. O artista, porém, não descartou. “Todo ser humano é bissexual, tem desejos variados, mas depois opta. A crítica me chamava de gay, os maridos iam aos shows e gritavam ‘viadinho’”, conta.

“Tenho um lado feminino, nunca escondi isso. Mas nunca tive amor por um homem, se é o que querem saber. Tive algumas admirações, mas nunca me apaixonei. Rolaria na boa, mas não aconteceu”, concluiu.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!