Jovem finge ser médico por 6 meses para ficar no hospital procurando um namorado

O australiano Nicholas Brett, de 25 anos, foi preso na Austrália no início do mês e se tornou notícia após sua primeira audiência, no último dia 21, por um tipo inusitado de fraude: ele vagava pelos hospitais de Brisbane posando como médico na esperança de encontrar um namorado.

Nicholas roubou um crachá de um hospital infantil, o Lady Cilento, em maio, de acordo com o jornal local “Courier Mail” e passou seis meses visitando áreas restritas aos funcionários tanto desta instituição quanto da Ronald McDonald House, que pertence à mesma rede. Uma vez dentro dos locais, ele tentava se enturmar com a equipe. Ele teria dito à polícia que sentia vergonha de admitir para seus novos amigos que era uma fraude.

O “doutor Nick Delaney”, como ele se apresentava, não teria chegado a interagir com pacientes de acordo com a investigação policial preliminar, apenas tentado aproveitar para conhecer os homens que trabalhavam nos dois centros de saúde. Ele foi pego quando um funcionário percebeu que ele errava termos médicos básicos ao conversar.

Após ser desmascarado e preso ele, revelou a polícia que estava mentindo e que tentava impressionar os homens da equipe médica, na tentativa de encontrar um namorado no local. O falso médico se declarou culpado de três crimes: duas invasões de propriedade privada e uma tentativa de fraude.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!