Casal gay é esfaqueado durante ataque homofóbico: “Só estávamos de mãos dadas”

Um casal gay foi esfaqueado por um homem, na noite do último sábado (26/05), em Denver, no Colorado, após sair de uma casa noturna. Chris Huizar, de 19 anos, e Gabriel Roman, de 23, estavam de mãos dadas quando um homem se aproximou e xingou: “Bichas de merda”. Em seguida, partiu para cima dos dois.

“Nós estávamos apenas andando e eu acho que ele não gostou quando nos viu de mãos dadas”, disse Huizar ao portal “9News.com”. Ele foi ferido numa das mãos ao tentar defender o marido, que acabou sendo esfaqueado no pescoço. Quando os dois se viraram para correr, o agressor atingiu atingiu Huizar novamente, dessa vez nas costas. O Departamento de Polícia de Denver investiga a agressão sofrida pelo casal. Um homem foi detido após o episódio. Ele não teve a identidade divulgada.

Huizer usou seu perfil no Instagram para fazer um desabafo sobre o que aconteceu. Confira logo abaixo…

“Não é porque nós escolhemos viver nosso estilo de vida da maneira que fazemos que uma pessoa pode vir e nos esfaquear (eu fui esfaqueado no meu pescoço, Gabriel foi esfaqueado em sua mão e nas costas). Amor é amor. Eu quase perdi meu marido ontem à noite. Enquanto eu o segurava em meus braços, ele quase sangrou até a morte. Por quê? Porque nós estávamos sendo quem somos! Porque nós estávamos de mãos dadas em público! É 2018 e todos estão sendo gays hoje em dia. Eu eu sou grato que isso tenha acontecido comigo em vez de outra pessoa, e eu sou grato que Deus está do nosso lado e nos manteve aqui na terra. Isso só vai nos tornar mais fortes! Eu estou aqui e eu sou gay”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!