Mulher afirma que suco de repolho pode “curar” a homossexualidade

Uma mulher de Ohio que alega que o suco fermentado de repolho pode “curar” ou inverter a homossexualidade está sob investigação da Procuradoria Geral do Estado.

Jillian Epperly, de 44 anos, também afirma que a bebida de suco pode reverter o processo de envelhecimento, autismo e síndrome de Down, regredir membros e órgãos, e observa que “o estilo de vida LGBT é uma possível mutação do sistema reprodutivo que envia sinais mistos ao cérebro”. Epperly diz que a raiz de toda doença é um parasita intestinal chamado Candida, e recomenda “Jilly Juice” como uma solução.

O suco é uma combinação mista de sal, água, couve ou repolho, que é fermentado em temperatura ambiente por alguns dias. Ela aconselha a beber até um galão por dia, que vai livrar o intestino de fungos, excretados na diarreia – que ela chama de “cachoeiras”. “Tenho orgulho de ser uma líder de um culto de cocô”, brincou ela em um post em sua página no Facebook. Epperly não tem treinamento ou educação médica, mas tem um público on-line crescente.

De acordo com o BuzzFeed News, vários críticos estão tentando derrubá-la, enquanto o gabinete do Procurador Geral de Ohio recebeu reclamações de pessoas preocupadas que as loucuras da Epperly podem estar fazendo mal para os outros.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!