Rússia pede que torcedores LGBT sejam “discretos” durante Copa do Mundo

Em um post feito nas redes sociais nesta semana, a Federação Russa de Futebol mandou um recado para LGBTs que pretendem assistir a Copa 2018 no país: manter o controle. A justificativa seria de aumentar a segurança dos visitantes.

“É recomendável fortemente que não se faça propaganda de qualquer coisa relacionada a sexualidade”, disse. “Como em qualquer viagem, é recomendável entender a cultura, valores e crenças do destino pra onde você vai. Sendo assim, se você se comportar como faria, por exemplo, no Reino Unido, deve ter mais cuidado por estar em uma sociedade menos tolerante”, completou.

Vale lembrar que o oficial de igualdade da Federação Russa, Alexei Smertin, garantiu que não haveria proibições a bandeiras e cores do arco-íris no país durante a Copa. Uma recente mostrou que 39% dos russos disseram que é provável que algum cidadão da Rússia ataque pessoas LGBT estrangeiras. Os dados preocupam ainda mais quando revelado a faixa etária dos agressores. Segundo a pesquisa, a maior porcentagem de pessoas que achavam que um ataque era “altamente provável” era de 16 a 24 anos de idade.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!