Vírus descrito como um primo distante do HIV está varrendo parte da Austrália

Um vírus pouco conhecido, mas mortal, distante do HIV , ganhou as manchetes recentemente, depois que especialistas pediram medidas para combater sua alta prevalência em partes da Austrália rural. Mas o que é o HTLV-1?!

O vírus linfotrópico T humano tipo 1 (HTLV-1) causa “doenças devastadoras, incapacitantes ou fatais” em cerca de 10% das pessoas infectadas, de acordo com cientistas do Imperial College London, que abriga um dos principais centros de pesquisa do mundo para a doença.

Não há tratamento ou cura eficazes e, como o HIV, é transmitido através de sangue contaminado e sexo desprotegido, bem como do leite materno. Diferentemente do HIV, entretanto, os sintomas podem levar até 30 anos para emergir após a infecção. O vírus foi descoberto na década de 1980, mas o interesse científico se concentrou apenas no vírus HIV.

De acordo com o Centro Nacional de Retrovirologia do Imperial College, ele é um “primo distante” do HIV e é difundido na África subsaariana, na América Latina, no Caribe e na Austrália central. Pode provocar leucemia ou uma inflamação crônica do sistema nervoso central que leva à paralisia das pernas. Entre algumas comunidades indígenas australianas gravemente afetadas , causa bronquiectasia, ou aumento das vias aéreas ou dos pulmões, o que pode levar à tosse com sangue.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!