Travesti é baleada por agente penitenciário em Minas Gerais

Uma travesti de 28 anos foi baleada na perna por um agente penitenciário em Montes Claros, no Norte de Minas, na madrugada desta sexta-feira (15/06). A ocorrência foi registrada no Bairro Monte Alegre; o agente foi detido e disse à polícia que o tiro foi acidental.

Para o G1, o agente contou que seguia pela Avenida Deputado Plínio Ribeiro quando parou com a motocicleta próximo a três pessoas, momento em que foi abordado pelas travestis que perguntavam se ele tinha dinheiro e tentaram assaltá-lo. Segundo ele, durante a confusão, elas tentaram pegar a arma que estava na cintura e ao levar a mão para se proteger, o revólver disparou acidentalmente atingido uma das travestis.

A travesti que foi baleada deu outra versão sobre o caso, de acordo com o boletim de ocorrência. Ela afirmou ter sido contratada para um programa e seguiu junto com o agente para um lugar afastado. Após manterem uma relação sexual, segundo a travesti, o agente sem motivos aparentes atirou e fugiu em uma motocicleta.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e socorreu a vítima, e a levou até um hospital da cidade. A unidade hospitalar informou que ela recebeu alta ainda durante a madrugada.

Em nota, o Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária no Norte de Minas, esclareceu que o agente possui boa conduta profissional e nunca se envolveu em questões relacionadas a crimes. O sindicato disse ainda que ele foi vítima de uma tentativa de assalto cometida pela travesti e está sendo vítima de calúnia diante das “declarações expostas no boletim de ocorrência”.

A Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) informou que o agente não estava em horário de trabalho durante a ocorrência e disse que não vai divulgar informações sobre o histórico profissional do servidor até que os fatos sejam esclarecidos pela Polícia Civil, responsável pela investigação.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!