Cerca de 400 LGBTs serão submetidas a “cura gay” em Gana

Aproximadamente 400 LGBTs serão submetidos a terapia de reversão sexual, popularmente conhecida como “cura gay”, em Gana, país da África Ocidental. Segundo Moses Foh-Amoaning, líder do movimento, afirma que todos se inscreveram voluntariamente para participar do programa chamado “Conferência de Terapia”.

Ainda segundo Foh-Amoaning, que se auto-intitula um homem de Deus, ele tem planos para abrir uma “Unidade Holística de Terapia Sexual” em um hospital de ensino em Acra. Como se não bastasse, Foh-Amoaning quer tornar a terapia de “cura gay” obrigatória como parte da lei: “Vamos tornar nossa punição corretiva em vez de punitiva”, disse ele.

Vale lembrar que a homossexualidade é considerada crime no país africano podendo levar pena de até três anos de prisão.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!