Astro pornô gay anuncia aposentadoria e promete revelar em biografia nomes de clientes famosos

Aos 46 anos, o astro do pornô gay Michael Lucas, anunciou nesta quarta-feira (02/02) a sua aposentadoria e uma autobiografia. Nascido na Rússia e morando nos Estados Unidos desde os anos 1980, Michael pretende parar em 2020.

“Michael dominou a indústria pornô gay durante mais de 25 anos, e a partir do ano que vem se dedicará exclusivamente à direção e produção de filmes”, um representante do ator e produtor explicou em uma nota para a imprensa, segundo o portal Glamurama. Ainda segundo a nota, o ator, que já trabalhou como garoto de programa, pretende revelar no livro os nomes de famosos com quem já transou.

“No momento, ele busca um ‘ghost writer’ para auxiliá-lo a contar em um livro e de forma apimentada os casos que teve com várias celebridades”, afirmou o representante. Colunista da revista “The Advocate” e dono da produtora Lucas Entertainment, que fundou em 1998, Michael deverá se dedicar integralmente à empresa em sua nova fase por trás das câmeras.

Vale lembrar que o ator possui algumas polêmicas envolvendo seu nome. Sites internacionais o acusam de retaliar atores que denunciaram sua produtora de espalhar infecções sexualmente transmissíveis (IST). Além disso, em 2017, durante entrevista, Michael disse ser favorável à política do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de vetar imigrantes de alguns países árabes e chamou muçulmanos de “bárbaros”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!