Deputado ‘ex-gay’ quer criar “Dia Nacional do Orgulho Heterossexual” por temer “extinção”

O deputado Federal, pastor sargento Isidório (Avante – BA), apresentou nesta quarta-feira (20/02), o projeto de lei que institui o “Dia Nacional do Orgulho Heterossexual”, que deverá ser comemorado anualmente, no terceiro domingo de dezembro.

Chama a atenção a justificativa do pastor sargento para o projeto. Ele quer “evitar o sangue na canela”, caso, inexplicavelmente, “criminalize-se a homofobia”. “Se nada for feito para impedir, muito em breve tornar-se-á crime ser ou se declarar heterossexual”, disse. “Nós, legisladores, nos preocupamos com a preservação da tartaruga, do macaco prego, da baleia, dentre outros animais em risco de extinção. Por óbvio, é de suma importância centrar atenção também em nós seres humanos machos e fêmeas”, continuou o deputado. O PL n. 925/2019, aguarda despacho do presidente da casa Rodrigo Maia (DEM), para ser votado.

O pastor Sargento Isidório alcançou 323.264 votos para deputado federal e tornou-se o candidato com melhor desempenho em seu estado. Apelidado pela imprensa como “Daciolo da Bahia”, o político evangélico – que se apresenta como “ex-gay” – é parte de um seleto grupo de parlamentares que alcançou votação necessária para se eleger sem influência do coeficiente eleitoral.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!