Escola católica nos EUA se recusa a matricular criança filha de casal homossexual

Uma escola católica recusou a matrícula de uma criança filha de pais homossexuais no estado do Kansas, nos Estados Unidos. Segundo informações do jornal O Globo, a decisão levou mais de 1,2 mil moradores da cidade de Prairie Village a assinarem uma petição exigindo que a direção da St. Ann Catholic School aceite a criança, que cursaria o jardim de infância na instituição.

Até a última sexta (08/03), pelo menos um terço das assinaturas pertenciam a membros da paróquia que administra a escola e a pais de alunos matriculados no colégio. Em uma carta entregue à arquidiocese local, os moradores ressaltam que “uma das razões pelas quais escolheram mandar seus filhos à St. Ann School é a cultura de acolhimento, central no ministério de Jesus Cristo”. O texto também lembra que a escola aceita filhos de famílias não-católicas, muitas vezes frutos de casamentos que não estão em conformidade com os mandamentos da Igreja.

Em uma nota publicada em seu site, a Arquidiocese da cidade reconheceu que recomendou às escolas católicas locais que não aceitassem alunos filhos de pais homossexuais. No texto, o órgão justifica a decisão dizendo que “não sente que é respeitoso ou justo colocar crianças em um ambiente educacional onde os valores de seus pais entram em conflito com os princípios básicos da escola”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!