Jovem é preso suspeito de vender drogas no Grindr, em Brasília

Um jovem, de 21 anos, foi preso em flagrante suspeito de usar o aplicativo Grindr para vender drogas, em Brasília. Onassis Vinícius, morador de Vicente Pires, foi abordado pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) na última quinta-(18/07/) na W3 Sul, com 25 gramas de Skank, a caminho de uma entrega.

O perfil do jovem tinha o nome de “Tenho Mary”, deixando claro na descrição do perfil que não iria explicar o significado de “Mary” para quem não soubesse. A venda da maconha apelidada de “Mary” era apenas do tipo “KNK”, sigla usada para se referir ao Skank, um tipo mais potente da maconha.

Segundo Ataliba Neto, delegado-adjunto da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) e responsável pela investigação, a droga foi negociada por R$ 500. O investigador também contou que, no momento da abordagem, o suspeito estava na companhia de um amigo, que foi liberado e deve cumprir penas alternativas. Já Onassis, se comprovado o crime, pode pegar de cinco a 15 anos de prisão.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!