Durante espetáculo, Preta Gil recorda primeiro beijo lésbico: “A primeira vez que colei velcro”

Sempre polêmica, Preta Gil contou sobre a sua trajetória no stand up comedy “Mais Preta do que nunca”, dirigido pelo ator Otávio Muller, pai de seu filho Francisco Gil. No espetáculo, que teve duas sessões nas noites de quinta e sexta-feira, a cantora abriu o jogo e lembrou do seu primeiro beijo lésbico e revelou que foi com a diretora da TV Globo Amora Mautner.

“Eu e Amora éramos amigas e estudávamos na mesma sala. Até que um dia brigamos e ficamos um tempo sem nos falar. Depois de uns três dias, cheguei pra ela e disse que tinha perdido a virgindade. Era mentira, mas foi a forma que encontrei pra me reaproximar dela. Ficamos de papo no fundo da sala e ouvimos a professora dizer que homossexualidade tinha cura. Na mesma hora, eu e ela levantamos e demos um beijo de língua“, disse ela.

A cantora ainda completou dizendo: “Eu rasgava minhas roupas para virar Mulher-Maravilha como ela fazia. Aí minha mãe resolveu fazer roupas com velcro para que eu pudesse tirar sem rasgar. Foi a primeira vez que colei velcro na vida“. O espetáculo retorna ao Rio em dezembro deste ano.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!