Carro policial atropela casal gay intencionalmente durante protesto no Chile

Um carro policial atropelou propositalmente um casal gay durante um protesto no Chile. Segundo informações da Revista Fórum, o casal se manifestava, pacificamente, quando foi surpreendido por um carro policial, que atropelou os dois. O caso aconteceu no dia 19 de novembro, mas só foi denunciada formalmente nesta terça-feira (26/11), por iniciativa do Movimento de Integração e Liberação Homossexual do Chile (Movilh).

“O ataque foi claramente intencional, porque nós estávamos na calçada, em uma rua que não estava movimentada, e não havia nada mais ocorrendo naquele momento que justificasse jogar o veículo sobre nós”, disse uma das vítimas, um sociólogo, identificado com as iniciais N.M.V. O sociólogo sofreu lesões no ombro e no pescoço, enquanto seu namorado apresentou ferimentos no braço esquerdo, o qual tentou usar para absorver o impacto.

“O episódio ocorreu por volta das 21h30 daquele dia, em um local onde não havia grande presença de pessoas. Portanto, o motorista do veículo viu quem eram as pessoas que atropelou, viu o que estavam fazendo e avançou sobre elas porque eram dois homens de mãos dadas”, disse o advogado, Óscar Rementería, porta-voz da defesa LGBT chilena. Ativistas da causa pedem que o crime seja devidamente punido de modo que seja aplicada a Lei de Antidiscriminação.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!