Após saída da Globo, Matheus Ribeiro afirma que foi “forçado” a se assumir

Conhecido por se tornar o primeiro âncora gay do “Jornal Nacional”, o jornalista Matheus Ribeiro revelou à coluna Leo Dias, do Portal Uol, que foi “forçado” a se assumir homossexual publicamente.

Na ocasião, ele afirmou que um site de fofocas começou a publicar textos ofensivos sobre sua sexualidade, e por isso ele e o namorado decidiram fazer uma manifestação mais clara sobre o relacionamento. “Posso dizer que ‘fui assumido’. Às vésperas de apresentar o Jornal Nacional, um site de fofocas começou a publicar textos bem desrespeitosos sobre minha sexualidade, como se fosse algo de que eu devesse ter vergonha ou medo”, disse Matheus.

“Diante disso, eu e meu namorado [o policial Yuri Piazzarollo] resolvemos fazer uma manifestação mais clara do nosso relacionamento, já que isso não era segredo para minha família e amigos, nem me impediu de combater injustiças e preconceitos, enquanto jornalista”, completou.

Matheus também falou sobre os motivos que o levaram a, na semana passada, pedir demissão da TV Anhanguera, afiliada da Globo em Goiás, da qual era o principal apresentador. “Ao longo da minha trajetória na emissora, sempre dialoguei com a chefia na tentativa de resolver os problemas que surgiram. Porém, houve um estopim para minha saída, que foi a proibição de fazer lives no meu perfil pessoal no Instagram, para interagir com os seguidores. Algo que não tem nenhum conflito com as atividades que eu desempenhava“, explicou.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!