Ministério da Índia anuncia que pessoas trans poderão ingressar nas Forças Armadas

Reprodução/Internet

O Ministério do Interior da Índia anunciou que pessoas trans poderão em breve entrar para as tropas de combate da Central de Forças Armada Policial do país. O órgão espera anunciar as novas oportunidades de emprego ainda este ano e vem preparando o caminho para os interessados servirem, consultando os vários ramos da polícia paramilitar.

Interessados terão que se inscrever e fazer o exame anual do serviço civil para ingressar nas forças. O processo visa recrutar pessoas por mérito e inclui testes físicos e escritos. A medida segue a Lei das Proteção de Direitos de Pessoas Transgêneros da Índia, que passou a valer no país em dezembro de 2019. A norma garante à pessoas trans condições igualitárias em educação, saúde, emprego e outros setores.

O Ministério do Interior consultou cada uma das forças, onde a Força de Segurança das Fronteiras já respondeu positivamente aos planos, enquanto os outros ainda não responderam. Na TV, o India TV News relatou comentários positivos de pessoas que já fazem parte da Força Policial Armada Central (CAPF).

Um comandante o comparou positivamente ao movimento de permitir que as mulheres servissem, um processo que começou em 1992. Além disso, outro oficial comentou que as forças não teriam que construir nova infraestrutura para pessoas trans, pois as unidades e banheiros já são de gênero neutro. “Se uma pessoa de qualquer sexo tem o que chamamos de ‘qualidades de oficial’, elas podem se juntar aos CAPFs apenas com esse mérito. Além disso, todos os aspirantes precisam passar por testes médicos, mentais e físicos específicos para serem recrutados como oficiais em combate para liderar suas tropas”, ele acrescenta.

 

 

Juan é produtor de conteúdo e entretenimento LGBTQ+ do Pheeno! Presença constante na noite carioca, o jovem de 24 anos ainda arrasa nas festas como DJ de música eletrônica!