Presidente da Polônia propõe proibir casais gays de adotarem filhos caso seja reeleito

Foto: Reprodução/Internet

Na reta final da campanha à reeleição, o presidente da Polônia, Andrzej Duda, propôs nesta segunda-feira (06/07) mudar a Constituição do país para proibir casais gays de adotarem filhos. Segundo ele, a ação é uma “proteção” aos valores tradicionais.

“As crianças devem estar seguras e protegidas da adoção por casais do mesmo sexo. Minha proposta é que a adoção seja possível apenas para casais casados, não para aqueles em parcerias do mesmo sexo”, afirmou Duda. “Estou convencido de que, graças a isso, a segurança e a preocupação com o bem-estar das crianças serão garantidas em uma extensão muito maior”, continuou.

A mudança constitucional especificaria que apenas casais heterossexuais poderiam adotar filhoos. Os tribunais teriam o direito de ordenar uma investigação dos casais para garantir que eles se encaixem na definição, ou seja, casais héteros formados por homens e mulheres cisgêneros.

A Polônia foi, neste ano, classificada como o pior país da União Europeia em relação aos direitos LGBTQ+, em uma pesquisa realizada pela ONG Ilga, com sede em Bruxelas.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!