Quarentena faz crescer procura por serviços de prevenção ao suicídio entre comunidade LGBTQ+

(Imagem: Reprodução/Internet)

Uma investigação da BBC revela que houve um aumento significativo na procura de pessoas LGBTQ+ por serviços de prevenção ao suicídio no Reino Unido durante a quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus.

Oito instituições de apoio à comunidade LGBTQ+ disseram à rede britânica que haviam notado um grande aumento na busca por ajuda. O grupo de apoio LGBT Hero relata que 11.000 pessoas acessaram suas páginas de prevenção de suicídios – 44% a mais que nos três primeiros meses do ano.

O grupo Mermaids, que ajudam jovens transexuais, teve que alertar a polícia após preocupações sobre as ligações que recebiam de pessoas querendo se suicidar. Enquanto a A LGBT Foundation disse que recebeu mais ligações sobre suicídio ‘do que nunca’. “O governo não fez absolutamente nada para ajudar instituições de caridade LGBTQ+ regionais a lidar com a demanda já difícil de nossos usuários”, relata o executivo-chefe de uma das instituições, que preferiu ficar no anonimato.

Em 2018, o governo do Reino Unido reconheceu que havia uma maior prevalência de problemas de saúde mental entre as pessoas LGBTQ+ do que a população em geral e lançou seu Plano de Ação LGBTQ+, focado na redução de suicídios entre a população LGBTQ+. O plano, no entanto, ainda não engatou. “Vidas LGBTQ+ estão sendo perdidas e precisamos saber mais. É muito frustrante. Reunir esses importantes dados deve virar de uma campanha nacional”, disse Helen Jones, CEO da MindOut, instituição de caridade LGBTQ+ dedicada à saúde mental no Reino Unido.

Serviço de prevenção ao suicídio no Brasil

No Brasil, o Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias. Você pode conversar com um voluntário do CVV ligando para 188 de todo o território nacional, 24 horas todos os dias de forma gratuita, ou online acessando o site da organização.

Juan é produtor de conteúdo e entretenimento LGBTQ+ do Pheeno! Presença constante na noite carioca, o jovem de 24 anos ainda arrasa nas festas como DJ de música eletrônica!