Youtuber diz que gays devem ser “queimados ou apedrejados até a morte” em programa de TV

Foto: Reprodução/Internet

Uma youtuber e apresentadora de televisão egípcia, vejam vocês, afirmou que gays devem ser queimados vivos, jogados de um prédio ou apedrejados até a morte. Hala Samir fez a declaração em seu programa na Watan TV, do Egito!

O canal onde foi feita a declaração promove a grupos muçulmanos anti-LGBTQ+. “Ibn Abbas citou o Profeta Muhammad dizendo: ‘Se você encontrar homens envolvidos em um ato homossexual – mate o ativo e o passivo.’ Não pergunte: ‘Você é ativo ou passivo?’ Apenas mate os dois”, disse Samir.

“Os companheiros do Profeta Muhammad concordaram que os homossexuais deveriam ser mortos, mas eles tiveram discordâncias sobre o método de matar.” continua a apresentadora. “Alguns disseram que deveriam ser queimados vivos. Abu Bakr apoiou esta decisão. Outros disseram que eles deveriam ser jogados de um lugar alto e isso deveria ser seguido de apedrejamento. Outros disseram que deveriam ser apedrejados até a morte. Ali e Ibn Abbas concordaram com isso”, explica a egípcia. “Com relação às meninas, as pessoas perguntam se a mesma decisão se aplica ao lesbianismo. Os estudiosos disseram, por unanimidade, que o lesbianismo é proibido”, completa Hala.

 

Juan é produtor de conteúdo e entretenimento LGBTQ+ do Pheeno! Presença constante na noite carioca, o jovem de 24 anos ainda arrasa nas festas como DJ de música eletrônica!