Campanha criada por Lil Nas X arrecada meio milhão de dólares para organizações de prevenção ao HIV

Quando Lil Nas X lançou seu álbum de estreia “Montero” no ano passado, o cantor organizou simultaneamente uma campanha que buscava angariar fundos para a prevenção a novos casos de infecção pelo vírus HIV. Batizada como “Baby Registry”, a iniciativa alcançou, de acordo com a Normal Anomaly Initiative, Inc., organização que atua sem fins lucrativos com sede em Houston (EUA), a marca de US$ 500 mil em arrecadação.

De acordo com a Gay Times, 16 organizações foram beneficiadas com recursos, sendo que a maior parte delas está associada ao fundo de pesquisas sobre HIV, garantindo assistência a mais de 175 mil pessoas do sul dos Estados Unidos. As doações são direcionadas de acordo com a faixa escutada. Cada música representa uma organização diferente e, a cada reprodução, um valor é direcionado para a instituição que aquela faixa representa. Há ainda um site em que os fãs podem fazer doações diretas às instituições escolhidas.

Comunidades do Sul, principalmente minha casa, o estado de Georgia, estão sendo transformados pelo trabalho garantido pela Compass. O baby registry foi criado para mandar recursos aos grupos de base que servem os mais vulneráveis. Os fundos arrecadados vão para pessoas que vivem com HIV e inspiram a nova geração de líderes que vão continuar pressionando para educação para o HIV e, um dia, uma cura“, afirmou Nas X na última terça (29/03) em um comunicado à imprensa.

A população negra foi a mais impactada pela epidemia do HIV no sul dos Estados Unidos desde que o vírus foi descoberto. Dados oficiais apontam que cerca de 51% dos novos casos a cada ano correspondem a esta população. Além disso, 53% da população com HIV da região é negra. Estudos mostram que o quadro é resultado do forte racismo, da marginalização social e dos obstáculos no acesso à saúde, entre outros aspectos.

VEJA+ NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!