Elton John põe fim a rivalidade com Madonna após tributo da cantora às vítimas da AIDS

A lenda da música Elton John agradeceu a Madonna por sua “defesa e paixão”, aparentemente pondo fim à rivalidade de décadas. Em uma postagem no Instagram, o cantor disse que estava “profundamente comovido” por Madge ter prestado homenagem às dezenas de pessoas LGBTQIA+ que perderam suas vidas devido à AIDS.

Durante a atual “Celebration Tour” da Rainha do Pop, aclamada pela crítica, há um momento onde ela canta seus hits “True Blue” e “Live To Tell“, de uma plataforma suspensa no ar. Atrás dela, telas mostram centenas de pessoas cujas vidas foram ceifadas pela doença, incluindo seu professor de dança Christopher Flynn, o fotógrafo Robert Mapplethorpe e os amigos Keith Haring e Martin Burgoyne.

Expressando sua gratidão, Elton compartilhou uma foto de uma da apresentação de “Live To Tell”, escrevendo: “Estamos profundamente comovidos com a sincera homenagem de Madonna durante sua apresentação de ‘Live to Tell’ na Celebration Tour, homenageando os 40,4 milhões de pessoas que perdemos para a AIDS. Obrigado, Madonna, pela sua defesa e compaixão, e por aumentar a importante conscientização sobre a missão contínua para acabar com a AIDS”.

Com 39 milhões de pessoas que vivem hoje com VIH, 9,4 milhões delas não estão atualmente recebendo o tratamento que salve vidas, devemos continuar a usar as nossas vozes e plataformas para garantir que todos tenham a oportunidade de viver vidas plenas e saudáveis“, continuou ele.

Embora a postagem de Elton tenha sido sincera, alguns fãs ficaram surpresos ao vê-lo escrever algo positivo sobre Madonna, considerando que a dupla teve um relacionamento difícil no passado. Em 2004, ele sugeriu que ela “deveria levar um tiro” por supostamente dublar durante seus shows. “Madonna, melhor apresentação ao vivo? Vá se foder. Desde quando dublagem é ao vivo? Todo mundo que dubla em público no palco quando você paga £ 75 para vê-los deveria levar um tiro”, disse o britânico.

Em 2012, ele criticou a turnê MDNA enquanto falava no Canal 7 da Austrália. “Ela é um pesadelo… a carreira dela acabou, isso eu posso te garantir. A turnê dela foi um desastre e não poderia acontecer com ninguém maior”, disse Elton, enfurecido. “E ela parece uma maldita stripper de feira.”

Embora o cantor já tenha se desculpado por seus comentários e dito que a rivalidade estava “acabada”, sua última postagem deixa claro que ele está pronto para celebrar Madonna e tudo o que ela fez pela comunidade LGBTQIA+ .

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!