Homem é assassinado a pauladas no Rio: homofobia é apontada como motivo do crime

Mais um caso envolvendo homofobia no Rio de Janeiro. Dessa vez, a vítima fatal foi Leandro Brant, de 32 anos morador de Seropédica, região Metropolitana do Rio. Em entrevista ao Pheeno, um amigo de Leandro, que preferiu não ser identificado, disse que “nunca ouviu falar dele envolvido em nenhuma briga ou coisa do tipo, e que tampouco tinha envolvimento em algo ilícito”.

“Era muito querido e conhecido por ajudar muita gente. Há uma semana atrás estive com ele e não comentou sobre nenhum tipo de problema. Ele estava muito feliz com a possibilidade de mudar de casa se fosse aprovado em outro concurso na área da saúde”, declarou o amigo.

Leandro foi brutalmente assassinado a pauladas e abandonado em um terreno da redondeza. Peritos de Campo Grande (Zona Oeste da Capital) estiveram no local e o crime foi registrado pela Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense em Belford Roxo. Segundo o delegado da 48ª DP, Paulo Roberto Lima de Freitas, o crime foi movido por ódio ou assalto, sendo a segunda opção a mais improvável pelas circunstâncias do caso.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!