Jovem de 21 anos é vítima de ataque homofóbico na Zona Oeste do Rio

13087537_1024910920926985_7898993844358748676_n

Mais um triste caso de homofobia! Dessa vez, contra o jovem Jonathan Alves, de 21 anos. O caso aconteceu no último domingo (01/05), em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, enquanto Jonathan voltava da balada com um amigo.

Em entrevista ao “Estadão”, o jovem conta que, após ouvir comentários homofóbicos por um grupo de pelo menos quatro homens dentro de uma van, foi jogado para fora do veículo e agredido com socos e chutes. “Foi tudo muito rápido. Eles me chutaram muito, rasgaram a minha camisa. Me chamavam de ‘veado’ e outros xingamentos homofóbicos. Fui salvo pelo cobrador da van, que me separou deles”, disse.

Por conta das agressões, o estudante de publicidade teve o nariz quebrado e sofreu algumas lesões. Segundo Jonathan, ele não conhecia os homens, mas lembrara que um deles atendia pelo apelido de “Gasparzinho”. O estudante também contou que, após a agressão, o motorista da van o levou para perto de um carro da Polícia Militar, na Estrada Santa Maria, mas os policiais recusaram assistência. Médicos vão avaliar se o estudante terá que passar por uma cirurgia no nariz.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!