Delegacia de SP registra 1 crime contra vítima LGBT a cada 12 dias

foto-info-lgbt-1024x683

Entre 2011 e 2015, a Decradi (Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Raciais e Delitos de Intolerância) instaurou 154 inquéritos policiais para investigar crimes cometidos contra vítimas LGBT, o que representa uma média de um crime de intolerância registrado a cada 12 dias, segundo levantamento inédito feito pelo Fiquem Sabendo com base em dados da Polícia Civil do Estado de São Paulo por meio da Lei Federal nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação).

Esses inquéritos dizem respeito apenas aos casos investigados pela Decradi, delegacia especializada que tem por atribuição apurar casos dessa natureza de autoria desconhecida. A exemplo do que ocorre com a maioria dos outros crimes, os inquéritos de crimes contra vítimas LGBT normalmente são investigados pelo distrito policial da área onde ocorre o delito.

De acordo com a polícia, ameaça, injúria e lesão corporal são os crimes mais comuns praticados contra vítimas desse perfil. (Veja, no infográfico abaixo, informações detalhadas sobre os casos ocorridos no período analisado e acerca do trabalho feito pela Decradi.)

info-lgbt

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!