Homem morre após ser brutalmente espancado ao sair de boate gay em Salvador

Leonardo-moura-vitima-homofobia

Mais uma vida perdida para a ignorância! Leonardo Moura, de 30 anos, foi violentamente atacado após sair da boate San Sebastian, em Salvador, na manhã de sábado (09/07) e não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito na manhã desta segunda-feira (11/07). Ele perdeu um dos rins, passou por uma cirurgia e teve uma melhora no quadro, que o possibilitou até ter contato com a família, mas não sobreviveu.

De acordo com a prima da vítima, Caroline Moura, ele saiu da boate no Rio Vermelho na manhã de sábado, na companhia de um amigo, que pegou um ônibus em direção ao bairro de Itapuã. Leonardo seguiu sozinho caminhando para achar um táxi quando aconteceu o ataque. Ele foi localizado com muitos ferimentos e levado por uma ambulância do Samu até o Hospital Geral do Estado.

A família acredita que o crime foi motivado por homofobia. “Leonardo era um rapaz que não tinha inimigos, era bastante relacionado, não tinha ninguém que tinha motivos para fazer isso com ele. Por isso, acreditamos mesmo que possa ter sido um crime homofóbico”, relatou ao ressaltar que a vítima não tinha envolvimento com crime ou drogas e nem teve nada roubado pelos agressores.

Nas redes sociais, a boate San Sebastian postou uma declaração repudiando o acontecimento. Confira abaixo:

O Pheeno.com.br é um portal de notícias, estilo de vida e entretenimento LGBT do Rio de Janeiro, antenado também em tudo que acontece de importante para o segmento no Brasil e no mundo!