Parada LGBT de Copacabana em 2016 deve ser cancelada por falta de verba

Parada-Gay

Há 20 anos celebrando a diversidade, a Parada LGBT dp Rio de Janeiro não deve colorir a praia de Copacabana este ano. O motivo é a falta de verba, garante a coluna Gente Boa, do jornal do Globo. O Grupo Arco-Íris, responsável pelo evento, calcula em R$ 2 milhões os custos de produção, com trios elétricos, banheiros químicos e placas de sinalização. Só que os organizadores não receberam até hoje o repasse de R$ 200 mil do governo do estado, relativo ao desfile de 2015. A Petrobras, outro patrocinador, também pulou fora. E agora?!

Thiago Araujo é editor-chefe e criador do Pheeno! Referência no cenário pop LGBTQIA+ nacional, o carioca de 30 anos é jornalista e empresário do ramo do entretenimento, além de agitar as pistas como DJ mundo afora!