Jovem tem nariz e costelas quebrados após ser agredido a pauladas em ataque homofóbico

agressao-homofobia-pheeno-capa

Mais um triste caso de homofobia! A vítima foi o estudante Wagner Pietras Firmo de Lima, de 24 anos, que foi agredido com pontapés, socos e pauladas por volta das 22 horas da última sexta-seira (07/10), na Praça Pedro de Toledo, em Araraquara (SP).

Em entrevista ao “G1”, Lima conta que costuma frequentar a praça e os bares ao redor. Na sexta, ele relata que estava caminhando pelo local quando seis homens o cercaram e começaram a agredi-lo verbalmente com palavras de ódio e expressões homofóbicas. “Falaram que eu ia morrer e que iam pegar o meu namorado”, relembra. Para ele, o crime ocorreu somente pelo fato de ser homossexual.

porrada

De acordo com a vítima, as agressões teriam começado com socos e chutes, mas depois um deles o teria acertado com uma paulada na cabeça, o suficiente para deixá-lo desacordado. “Quando acordei, estava em cima de uma poça de sangue”, disse. Lima afirma que ninguém o ajudou quando ele acordou, “ninguém fez nada”, e ele foi sozinho até a viatura policial mais próxima.

“É a primeira vez que sofro uma agressão homofóbica. Chamei a polícia, que me ajudou e registrou a ocorrência. Não tenho o que reclamar da conduta dos policiais na hora. Só acho que deveria ter mais policiamento lá”, comenta. Gestor de Políticas para Diversidade Sexual de Araraquara, Paulo Tetti afirmou por e-mail que a equipe já entrou em contato com Lima para prestar apoio e está tomando as medidas cabíveis à pasta para que os agressores sejam encontrados.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!