Polícia Federal prende analista que defendia estupro, pedofilia e morte de gays

A Polícia Federal (PF) prendeu na manhã desta quinta-feira, o analista de sistema Marcello Valle Silveira Mello, em sua casa, em Curitiba. Mello é acusado de manter e gerenciar sites e fóruns com mensagens de ódio, racistas e discriminatórias. Negros, homossexuais e principalmente mulheres eram os alvos dos ataques de Mello.

Segundo as investigações, as páginas administradas por ele defendiam a pedofilia, o estupro de mulheres, o assassinato de homossexuais e traziam até manuais sobre como violentar menores de idade. A PF investiga também ameças feitas por ele a autoridades, como juízes, promotores e policiais, órgãos públicos e universidades.

“Ele mandou mensagens a universidades, por exemplo, dizendo que iria explodir uma bomba e matar centenas de pessoas”, disse o delegado Flavio Setti, da Polícia Federal, responsável pelas investigações, em entrevista coletiva na sede da PF em Curitiba. Mello é acusado dos crimes de racismo, ameça, incitação ao crime e terrorismo. Outros sete mandados de busca e apreensão foram cumpridos no Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Santa Maria (RS) e Vila Velha.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!