Homem que carregava a bolsa da esposa é confundido com gay e espancado

Um homem que carregava uma bolsa no formato de um cachorro cor-de-rosa foi brutalmente atacado em Belgrado, na Sérvia, após seus agressores desconfiarem da sua sexualidade. “Pensavam que eu era gay porque eu tinha uma bolsa de cachorrinho no ombro”, contou Ilija Vučević.

Segundo informações da emissora N1, as agressões ficaram mais intensas após a vítima contestar as ofensas verbais que os agressores proferiram. “Acho que esse foi meu erro, eu ousei responder, optei por não me calar”, disse. Após a violência ter início, a esposa de Ilija, Marija, conseguiu fazer com que a dupla fugisse. Imediatamente, o casal acionou a polícia e uma ambulância. Os criminosos foram presos em uma pizzaria no centro da cidade, na última sexta-feira (01/11).

“Hoje à noite fui brutalmente atacado no centro de Belgrado porque dois vagabundos pensaram que uma bolsa de cachorro cor-de-rosa era uma prova de que eu era homossexual. Três dentes perdidos, um ponto e várias contusões são o [resultado] do ataque. Apesar de não ser gay, hoje à noite tenho orgulho de ser um deles”, disse Ilija em um desabafo postado nas redes sociais.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!