Chilli Beans demite funcionário por pintar as unhas

O preconceito velado pode ser mais cruel que o explícito!

Na madrugada da última quarta-feira, dia 11/03, Ângelo Ray postou um vídeo em seu Instagram onde afirma ter sido demitido da loja Chilli Beans em que trabalhava, simplesmente por usar as unhas das mãos pintadas.

Âgelo afirma no vídeo que foi desligado da empresa onde trabalhava em Fortaleza por usar as unhas pintadas, “hoje eu fui dispensado da empresa onde eu trabalho pintar as unhas”, comenta o rapaz, enquanto exibe as unhas pintadas.

“Justamente por você ser quem você é você é descartado numa sociedade onde acredita ainda em ideias completamente desnecessários, distorcidos, preconceituosos, onde acham que o esmalte é feito pra mulher, ou que o rosa é feito pra mulher e o azul é feito pra homem. Não, não vamos tolerar isso. Tudo é feito pra todo mundo usar. A partir do momento que você quer algo que você gosta e você paga por aquilo, seja lá o que for, se você sente a necessidade, você pode você pode tudo. Não se enquadre em coisas que você não cabe.”

Desde então o vídeo tem se multiplicado na internet e diversas pessoas têm se posicionado contra a empresa que passa a imagem de levantar a bandeira da diversidade. Porém, em seu post, Ângelo escreveu “levantam bandeira da diversidade, ganham rios em cima da comunidade e tentam te padronizar”.

Após desabafar na internet, diversas pessoas vêm ajudando Ângelo de formas diferentes, inclusive para orientar o jovem a procurar ajuda jurídica, uma vez que se mudou pra Fortaleza há pouco tempo.

Embora a empresa tenha entrado em contato com o ex-funcionário e pedido desculpas, ele segue sob ameaças de ser processado por ter exposto a marca em suas redes sociais. Enquanto isso, Ângelo continua desabafando “não perca sua essência e principalmente, não se sinta culpado por não te aceitarem como você é, a luta não para nunca”, afirma.

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos e redator colaborador de conteúdos sobre diversidade LGBTI+ do portal Pheeno.com.br! #MandaAssunto