Michael Sam é cortado e NFL não terá 1º gay assumido de sua história

Selecionado na última rodada do recrutamento da NFL (a Liga Profissional de Futebol Americano) neste ano, o jogador Michael Sam não sobreviveu aos cortes obrigatórios dos times da Liga no último final de semana e não irá defender o St. Louis Rams na temporada 2014.

Sam, que poderia se tornar o primeiro gay assumido da história da NFL, foi cortado pelos Rams.

As equipes da NFL são obrigadas a diminuir o seu elenco de 75 para 53 jogadores até este sábado para o início da temporada regular, que começa nesta quinta-feira. E Sam, de 24 anos, não estará lá. Ele agora vira um agente livre e ainda tem o sonho de jogar na NFL. Sam ainda pode assinar com alguma equipe, mas pelo menos neste começo de temporada é bem improvável.

Thiago Araujo é editor-chefe e criador do Pheeno! Referência no cenário pop LGBTQIA+ nacional, o carioca de 30 anos é jornalista e empresário do ramo do entretenimento, além de agitar as pistas como DJ mundo afora!