Covardia! Casal gay é espancado por 15 homens dentro de vagão do metrô em São Paulo

No último domingo (09/11), um casal de rapazes foi agredido dentro de uma composição do metrô de São Paulo. A agressão ocorreu entre as estações Armênia e Luz. De acordo com depoimentos publicados pelas vítimas no Facebook, o gestor financeiro Raphael Martins, 20 anos, e o estudante universitário Danilo Ferreira Putinato, 21 anos, foram atacados por um grupo de 15 homens, supostamente de torcida organizada.

Abraçados e trocando beijos, as vítimas começaram a receber insultos dos agressores. “Parem de se beijar, seus viados. Olha o respeito! Saiam do vagão!”, teriam dito os agressores, segundo relatam as vítimas na publicação. “Não quisemos ceder porque é o nosso direito. Nós temos direito de ir e vir, nós temos o direito de frequentar espaços públicos, de manifestar o nosso amor”, escreveu Raphael em seu perfil na rede social. Indignados com resistência do casal, o grupo se aproximou, fez uma roda em torno dos dois e desferiu chutes contra eles.

“Eles começaram a se pendurar nos ferros do trem e nos chutar. Um chute acertou o rosto do meu namorado e um outro acertou o meu. Ele não teve nenhum ferimento aparente no rosto (apenas inchou um pouco no momento), mas eu quebrei o nariz e começou a sangrar muito. Meu celular caiu no chão e um outro homem (que eu não tenho certeza se fazia parte do grupo ou não) pegou e me entregou e pediu para a gente sair”, descreveu Raphael, que precisará passar por uma cirurgia reparadora no nariz. Após pedirem ajuda aos funcionários do metrô, os jovens foram levados por uma equipe ao atendimento médico na Santa Casa, ao IML e à delegacia do Terminal da Barra Funda do metrô, onde o boletim de ocorrência foi registrado.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!