Richarlyson é vítima de homofobia após ser contratado por clube brasileiro

Anunciado como reforço do Guarani para a Série B do Brasileiro e apresentado algumas horas depois. Assim foi a chegada de Richarlyson no Guarani, de Campinas, nesta segunda-feira (08/05). Contratado pelo time, o atleta foi mais uma vez alvo de homofobia por parte de torcedores.

Segundo o site do Globo Esporte, pouco antes da apresentação, o estádio bugrino foi alvo de pelo menos cinco bombas atiradas por dois homens em uma moto. Apesar das explosões, ninguém ficou ferido. Em coletiva, o jogador disse que acredita que seu desempenho dentro do clube fará com que essa parte dos torcedores insatisfeitos com sua contratação mude de ideia.

“Sobre as pessoas que me rejeitam, depois vão me aplaudir. Isso é o mais importante. Ouvi coisas de que eu não viria por estar chateado, mas eu não dei declaração alguma. Pediram sigilo na negociação e ninguém sabia disso. Existiram inverdades tentando manchar algo que não se mancha”, declarou.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!