Polícia investiga assassinato de promotor de eventos em São Paulo

Policiais do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) investigam a morte do promotor de eventos Luiz Felipe de Castro Mourão Bonetti, de 41 anos, encontrado morto em seu apartamento em Moema, na Zona Sul de São Paulo, na madrugada de sexta-feira (10/11).

Um funcionário do edifício informou à polícia que estranhou que a porta do apartamento de Bonetti estava aberta e entrou. Lá, encontrou manchas de sangue espalhadas pela sala e móveis revirados. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), policiais em patrulhamento foram chamados e encontraram o corpo de Bonetti no chão com um ferimento na cabeça.

O porteiro disse à polícia que a vítima entrou no condomínio acompanhado por um homem depois da meia-noite e que, por volta de 1h30, o visitante saiu do prédio. Alguns vizinhos reclamaram de barulhos vindos do apartamento. Imagens das câmeras de segurança do prédio devem ajudar na identificação do homem.

Bonetti promovia festas gays e a próxima seria neste domingo (12/11). Na porta do bar onde ocorreria o evento há um aviso: “Por motivo de força maior, tivemos que cancelar o evento ‘Mingau Sunset'”. O bar ficou fechado.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!