Mulher “invade” Câmara Municipal e compara gays a pedófilos, necrófilos e zoófilos

Durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Ribeirão Pires desta última quinta-feira (30/11), uma mulher identificada como Bárbara Machado Souza foi até a tribuna falar sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Bárbara no entanto, acabou usando o espaço para destilar seu preconceito.

“Nós nascemos da união de um homem com uma mulher, e nós temos um sexo. Se nós adultos temos dificuldade em lidar com a nossa sexualidade, quem dirá uma criança. Em muitos países já não se falam menino ou menina, o termo utilizado é iT, coisa”, disse Bárbara, que chegou a comparar LGBTs com zoófilos. “Se eu sou algo, sou uma coisa, então significa que se eu quiser fazer sexo com um cachorro, isso é natural, ou se eu decido na minha cabeça desconstruída, cheia de imagens e informações desconstruídas, se eu decidir fazer sexo com cadáveres, isso é natural”, como se não bastasse, ela foi mais além e comparou LGBTs com pedófilos.

“A ideologia de gênero propõe muito mais do que fazer sexo com uma outra pessoa do mesmo sexo. Então se eu sou um adolescente de 14 anos e aprendo que sou uma coisa e vou construir a minha sexualidade, então se eu quiser fazer sexo com um bebê, isso é normal”. Imediatamente a munícipe foi interrompida pelo Vereador Edson Savietto (PPS), que começou a questioná-la sobre a base da discussão proposta naquele momento, já que a mulher sequer teria sido inscrita na Tribuna Livre e foi chamada a pedido do Vereador Silvino de Castro (PRB).

“Me desculpe, mas foi um absurdo o que você falou aqui, as suas palavras foram as mais absurdas que eu já ouvi nesta Câmara, nesse tempo todo que estou aqui. Você está levando ódio para a sociedade e ainda está chamando os homossexuais de pedófilos, isso foi um absurdo”, Disse Banha.

Entretanto, logo depois da fala do vereador, a mulher tentou rebater dizendo que não teria afirmado nada do que o parlamentar havia relatado e que haviam a interpretado mal. Como o clima estava ficando muito quente, o presidente da câmara, Rubão Fernandes (PSD), decretou o final da discussão ao alegar que aquilo não era um debate e que a moça havia ultrapassado alguns limites.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!