Salgueiro terá primeira transexual como musa da escola de samba

A escola de samba carioca Salgueiro dá um importante passo em relação à diversidade. No desfile de carnaval do próximo ano, a escola terá a primeira transexual no cobiçado posto de musa da agremiação.

A escolhida é Kamilla Carvalho, de 30 anos, que estreia na Avenida ao lado de outras sete mulheres. “Estou sendo muito bem recebida. Sou observadora e perceberia qualquer tipo de preconceito. Estou ansiosa para a estreia e agora é me preparar para honrar o posto”, disse Kamilla ao “Extra”. Nascida no Morro da Providência, Kamilla trabalhava como cabeleireira quando conheceu Regina Celi, presidente da escola. O convite para virar musa veio logo em seguida.

“Me inspiro muito na Fábia Borges (ex-rainha da Unidos da Tijuca) e, claro, na Viviane Araújo, principalmente em sua trajetória, de uma mulher que deu a volta por cima”, revelou ela à publicação. Kamilla vem transformando o corpo desde os 22 anos. Mas ela descarta fazer a cirurgia de redesignação sexual: “Nunca fiquei na dúvida sobre o que eu era, mas não tenho coragem de fazer a cirurgia”, contou.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!