Homem é acusado de dar chá e estuprar quatro rapazes durante encontro no Grindr

O que era para ser um encontro no Grindr, virou pesadelo para pelo menos quatro rapazes. Os jovens, todos na faixa dos 20 anos, foram violados por Sam Ashley, de 30 anos, após tomarem uma xícara de chá na casa do agressor.

Segundo o jornal Metro, um dos jovens contou que apagou após tomar “alguns goles” de chá que Ashley lhe serviu. “Nós nos beijamos e apaguei. A próxima coisa que me lembro foi que ele estava atrás de mim e estávamos fazendo sexo”, lembrou o universitário. “Ele era bem forte e lembro que agarrei o travesseiro e eu estava mais concentrado em tentar descobrir onde eu estava e fazer o quarto parar de girar”.

“Tudo ficou preto de novo e ele estava empurrando minha cabeça na direção do seu pênis”. De acordo com a vítima, o acusado repetia “eu te amo, você me ama?” enquanto abusava do rapaz. Uma das outras vítimas disse que Ashley disse que tinha câncer de colo terminal para tentar convencê-lo a transar.

Outro jovem contou que sentiu como se tivesse inalado gás hilariante após tomar goles do chá. Ao retomar a consciência, viu vários brinquedos sexuais na cama e o acusado disse que teria usado nele enquanto tinha apagado. O julgamento deve durar três semanas. O acusado nega tudo.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!