Homem “desiste” de ser gay e espanca namorado durante discussão

Nigel Hassal

Lendo o título fica até difícil de acreditar, mas o caso aconteceu Nigel Hassal, um homem gay de 36 anos, que acusa o ex-namorado, Gavin Murphy, de 27 anos, de agressão após o mesmo “desistir” de ser gay.

“Gavin me agrediu em uma cena que parecia um filme de terror. Vai me custar muito superar este evento. Perdi os 2 dentes da frente com uma joelhada dele. Estávamos iniciando um relacionamento até que ele chegou do nada me dizendo que não é gay e que eu deveria superar isso”, afirmou Nigel em seu depoimento à justiça. Segundo Hassal, o ex-namorado e ele haviam combinado de passar alguns dias juntos, mas a discussão começou assim que o casal se encontrou.

O promotor do caso, Howard Searle, conta que: “A vítima disse que estava indo embora às 17h30. Achou então que o réu pudesse ter pego seu telefone por engano e o seguiu pedindo o aparelho de volta. Quando Nigel o alcançou, Gavin deu uma joelhada em sua cabeça, arrancando seus 2 dentes da frente, o empurrando ao chão e ficando em cima dele dando vários socos em sua cabeça. O réu ainda mordeu a vítima no antebraço esquerdo”.

No tribunal, o juiz David Fletcher declarou Gavin culpado: “Houve uma discussão no endereço da vítima que resultou em sua saída. Você o empurrou até o peito, agarrou sua cabeça, bateu, arrancou dois dentes e o empurrou ao chão onde socou sua cabeça e o mordeu”. Ele então foi condenado a 12 meses de prisão pela agressão e uma restrição de 10 anos em que não pode se aproximar da vítima.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!