Diversidade! Canal no YouTube faz sucesso com apresentadores LGBTs, negros e indígenas

Como os jovens consomem notícias? A partir deste questionamento, 10 organizações jornalísticas nativas digitais e independentes uniram forças para criar o Canal Reload, que tem o objetivo de descomplicar as notícias, democratizar e ampliar o alcance da informação.

O projeto tem como apresentadores um time de 12 jovens influenciadores de diferentes origens e partes do Brasil. Cada um a seu modo, eles vão apresentar o conteúdo escolhido entre as reportagens produzidas pelas 10 organizações do consórcio. A diversidade do grupo também contempla a questão LGBT+, sendo cinco integrantes da comunidade. A carioca Mia Fidelis, de 24 anos, é uma jovem trans maquiadora e designer de moda.

Ela acredita que a sua presença no canal pode construir uma via de mão dupla, onde a sociedade se abre ao diálogo sobre identidade de gênero e pessoas trans possam se empoderar a partir dessa representatividade. “A partir dessa semente que é plantada, espero que meu trabalho em um canal de jornalismo abra a cabeça não só da sociedade, mas também de meninas como eu. Que elas possam se espelhar e acreditar que também podem ocupar todos os lugares”, celebra.

O ator João Freire, de 19 anos, é outro que está na expectativa de poder expressar sua identidade e exercer seu trabalho sem ser cerceado pela sua sexualidade. “É incrível a liberdade de gravar os meus vídeos com as roupas e acessórios que eu me identifico, usando o meu linguajar, ao invés de precisar forçar uma heteronormatividade. Ocupar esse lugar enquanto homem gay é uma conquista”.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!