Xuxa fala sobre ter vivido romance lésbico: “Se me apaixonasse todo mundo iria saber, não vejo como errado”

 Xuxa concedeu uma entrevista ao “Fantástico”, exibida na noite de domingo (01/11). Durante conversa com a jornalista Renata Ceribelli, a eterna Rainha dos Baixinhos falou sobre a inspiração para o livro “Maya – Bebê Arco-Íris“, obra com temática LGBTQ+ que conta a história de uma criança adotada por duas mães lésbicas.

No livro, baseada na adoção de Maya, sua afilhada, um anjinho escolhe nascer em uma família com duas mães. Segundo Xuxa, a ideia de escrever a obra surgiu durante a pandemia. “Aqui em casa veio morar a Fabi e a Vavá, com minha afilhada Maya, inspiração para o livro. Vi o quanto se prepararam para ter, desejaram ser mãe. Maya é amor. Preconceito e discriminação vêm do homem, não de Deus. Fizeram campanha pro livro não sair“, disse a apresentadora.

Questionada se já viveu uma relação lésbica, Xuxa afirma nunca ter se envolvido com uma mulher, mas que não teria problemas em assumir. “Não (me apaixonei por outra mulher), mas se me apaixonasse todo mundo iria saber, não vejo como coisa errada. Amor é muito mais forte, amor é amor. Dois homens podem se amar, um homem e uma mulher, duas mulheres. Eu acho que a gente não tem que botar um rótulo nisso daí. Amor é amor, não importa o sexo“, respondeu. E não mentiu, né?!

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!