‘Marginal influencer’ e namorada são presas por assassinato de perito da Polícia Civil do RJ

Duas mulheres foram presas na manhã de quarta-feira (17/03) em Curitiba (PR). Mayra Ribeiro, de 27 anos, que se autodenominava “marginal influencer“, e Elisangela Abas, de 29, são acusadas de terem matado um perito aposentado da Polícia Civil de Nova Iguaçu (RJ). Elas são namoradas e se conheceram quando estavam presas, em 2019.

Segundo informações do UOL, as duas e mais uma terceira pessoa criaram uma emboscada para o perito que foi assassinado com um tiro na cabeça enquanto dormia, na casa dele. Mayra teve um relacionamento com Ricardo Girardi Araújo e tem uma filha com o perito aposentado. O corpo dele foi encontrado somente no dia 18 em avançado estado de putrefação. A ação do trio foi flagrada por câmeras de segurança da residência. De acordo com a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), o trio fugiu após o crime e subtraiu a arma da vítima, bens pessoais e dois veículos, um deles abandonado na beira da Rodovia Presidente Dutra. A perícia da DHBF encontrou no veículo digitais das investigadas.

Após o assassinato, as acusadoas foram “tirar férias” em Foz de Iguaçu, onde fizeram diversos passeios com o dinheiro da vítima, publicando registros em suas redes sociais. Em seguida, elas se dirigiram à Curitiba, onde foram capturadas pela polícia. Durante a prisão, os policiais encontraram a arma de fogo utilizada no crime. “As duas foram apresentadas em uma delegacia do Paraná, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, que é a arma da vítima que foi subtraída e usada para causar a sua morte”, disse ao G1 o delegado Uriel Alcântara.

Mayra e Elisangela estiveram presas juntas entre em 2019 e 2020 por crimes de roubo e tentativa de homicídio, respectivamente. Elas foram soltas no fim de 2020. Já no início deste ano foram presas novamente, em flagrante, por furto de motocicleta. Elisangela foi solta no dia seguinte a sua prisão na audiência de custódia e Mayra permaneceu presa até o dia 5 de fevereiro. O crime contra o perito foi cometido uma semana após ela deixar a cadeia.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!