Peça “Eu Sempre Soube”, sobre filhos LGBTs, tem patrocínio negado: “Não querem mexer nesse vespeiro”

Conversamos com Rosane Gofman e Marcio Azevendo, respectivamente protagonista e autor da peça “Eu Sempre Soube”! A produção trata da relação entre mães e seus filhos LGBTs e está em sua nona temporada!

Gofman conta que, apesar de hétero, sempre teve contato com a comunidade, mas só lendo a peça percebeu o quão preocupante é a homofobia no Brasil! Marcio relembra que recebeu diversas recusas de patrocinadores, que não queriam se envolver no “vespeiro” que é o tema, mas ainda assim ele decidiu levar adiante a ideia, como um ato de resistência!

Apesar das dificuldades que a peça enfrenta, é uma produção transformadora: “Se um pai conseguir abraçar seu filho de novo, já é uma fortuna”.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!