Escola de Samba carioca terá muso gay e negro: “Me enxergo como um produto que vende autoestima”

Conversamos com Diego Douratto no estúdio do Pheeno! O baiano de 26 anos veio da cidade Nazaré das Farinhas para o Rio de Janeiro para se encontrar, conta que se agarrou na dança para isso e hoje colhe os frutos em seus trabalhos como cantor, dançarino e produtor. Diego participa do Carnaval há 5 anos e foi convidado para ser muso da escola de samba Lins Imperial em 2022: “Fico muito feliz em representar a minha comunidade”. O artista relembra quando sofreu homofobia do pai de um aluno, que afirmou que “jamais deixaria seu filho fazer aula de dança com um gay”.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!