Suspeito de agredir lésbica que tentava usar banheiro feminino diz a polícia que confundiu vítima com homem

O suspeito de agredir uma lésbica de 24 anos, que teve o joelho quebrado ao tentar usar o banheiro feminino de um bar, se apresentou na delegacia de Tauá, no interior do Ceará, na última quinta-feira (26/11). Em depoimento, ele disse a polícia que o local estava escuro e confundiu a vítima com um homem, por isso impediu que ela entrasse no banheiro.

Por conta do ataque, Milene Pereira de Sousa teve o joelho quebrado e ficou com vários hematomas pelo corpo. A jovem estava com a companheira no restaurante quando a confusão aconteceu, na última segunda-feira (22/11). A agressão foi filmada por pessoas que estavam no local. Segundo o G1, o agressor, que não teve a identidade revelada, compareceu à unidade policial acompanhado por dois advogados. Ele negou as acusações de LGBTfobia e afirmou ainda que também foi agredido por Milene e a companheira dela.

Após ser ouvido, o suspeito passou por um exame de corpo de delito e a polícia aguarda o resultado. A vítima, a companheira e outras testemunhas que estavam no bar já foram ouvidas. O caso segue em investigação na Delegacia Regional de Tauá.

VEJA+ NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!