Escola britânica retira nome de J.K. Rowling de um de seus prédios após acusações de transfobia

Uma escola britânica decidiu retirar o nome J.K. Rowling de um de seus prédios e rebatizá-lo, devido às declarações transfóbicas da autora de Harry Potter. A Boswells School, em Chelmsford, no leste da Inglaterra, explicou que mudou o nome do prédio para Holmes, em homenagem ao medalhista de ouro olímpico Kelly Holmes.

Na Boswells School, promovemos uma comunidade escolar inclusiva e democrática, onde estimulamos os alunos a se desenvolverem como cidadãos autoconfiantes e independentes“, disse o diretor da instituição, Stephen Mansell. “Revisamos e mudamos o nome de uma das nossas casas, após inúmeros pedidos de alunos e funcionários, assim como de uma votação de toda escola“, acrescentou Mansell.

Em um boletim informativo de julho, o centro afirmou que seus seis edifícios foram nomeados em homenagem a “destacados cidadãos britânicos“. “No entanto, após os vários pedidos de alunos e funcionários, estamos revisando o nome da nossa casa vermelha ‘Rowling’, à luz dos comentários e opiniões de J.K. Rowling sobre pessoas trans“, explicou.

Rowling também não apareceu no recente reencontro com o elenco dos filmes de ‘Harry Potter’, disponibilizado pela HBO Max, após ser criticada pelos principais intérpretes da saga e rejeitada até por comunidades de fãs da saga. Oficialmente, ela teria dito que as imagens de arquivo seriam suficientes.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!